Vejam as ações que já foram ingressadas pelos colegas policiais. Estamos a dispor para quaisquer esclarecimentos. Já ingressamos com essas ação judiciais para centenas de colegas. Não fique para trás! Não se esqueçam que o direito não socorre os que dormem. Vejam as ações que já foram ingressadas:

Ação de cobrança da insalubridade sobre o vencimento

Quem tem direito: Para todos servidores públicos que trabalham em condições insalubridades e tenham tomado posse no serviço público antes de novembro de 2009. Isso para receber o adicional no percentual de 40% sobre o vencimento.

O que é necessário: documentos pessoais; laudos de insalubridade do órgão em que trabalha ou trabalhou; portaria de lotação; 3 últimos contracheque; contrato e procurações assinados.

Ação do vale-transporte

Direito: todos os servidores que não recebem ou não receberam nos últimos 5 anos. Geralmente são aqueles que residem em cidades onde não há transporte público.

O que é necessário: documentos pessoais; portaria de lotação; 3 últimos contracheque; contrato e procurações assinados.

Ação de cobrança de horas extras e sobreaviso

Direito: todos os servidores públicos que trabalhem além do horário normal de expediente (6h diárias) e não ganhem remuneração ou folgas pelos horários a mais de disposição ou trabalhados de forma extraordinária.

O que é necessário: documentos pessoais; provas das horas extras trabalhadas (certidões, escalas, testemunhas etc); portaria de lotação; 3 últimos contracheque; contrato e procurações assinados.

Ação do anuênio

Direito: Policiais Civis e outros servidores que tenham sido suprimidos os valores de anuênios (adicional de tempo de serviço). E atenção: se caso a vantagem não incida sobre o adicional de isonomia ou mesmo não tenha sofrido reajuste junto com o vencimento também cabe a ação judicial.

O que é necessário: documentos pessoais; portaria de lotação; ficha financeira que prove a supressão ou erro de cálculo do adicional; contrato e procurações assinados.