justiçaTemos centenas de ações que foram ingressadas para os companheiros policiais civis. Uma das ações que já estão gerando frutos é o retroativo do adicional de isonomia.

Para aqueles que não sabem o adicional de isonomia foi um valor criado em 1994 para os servidores públicos do Estado de Rondônia. Na época o Estado aumentou, por meio da Lei 125/94, em 100%  o valor dos vencimentos dos servidores públicos, menos da Polícia Civil.

Assim, os servidores da época obtiveram o benefício por meio de determinação judicial em 2006.

Acontece que o Estado não operou o pagamento aos novos Policiais Civis ingressantes nos concursos a partir de 2005, gerando uma discrepância de salários no âmbito da classe policial.

O adicional somente foi implantado em 2011 por meio de movimento grevista.

Diante disso, ingressamos com centenas de ações buscando o pagamento das parcelas retroativas aos policiais civis.

O Tribunal de Justiça de Rondônia em uma decisão julgou favorável a pretensão, mas o .

Nessa semana tivemos mais uma decisão favorável, dessa vez para os Policiais Civis de Cacoal.

Nessa decisão a Juíza Anita Magdelaine Perez Belem reconheceu o direito e condenou o Estado ao pagamento de diversos servidores, chegando ao patamar de R$ 34.168,20 para cada Requerente.

Quanto a outros colegas que estão em outras Varas Judiciais saliento que estamos acompanhando o andamento e lutando para que haja uma decisão favorável a todos.

Vejam a Sentença retroativo isonomia Cocoal.