distintivo pcA Ouvidoria da Polícia Civil, criada a menos de um ano, está à disposição de qualquer cidadão 24 horas ininterruptas. Pelo número 8427-8888, o delegado Paulo Xisto recebe queixas, reclamações e denúncias, formaliza e encaminha para o diretor geral  da Polícia. O serviço mantém uma baixa procura, admite o delegado, mas segundo ele, é o reflexo do longo período em que os cidadãos passaram sem serem ouvidos.A formação da Ouvidoria é uma reivindicação antiga de alguns setores da Polícia Civil, destaca Xisto, que alerta que a função da mesma não pode ser confundida com a da Corregedoria, um órgão já tradicional da instituição policial, encarregada da fiscalização. “Pelo que me lembro, há pelo menos 15 anos vinha insistindo na criação da Ouvidoria, que finalmente, em abril do ano passado foi implantada”, destaca Paulo Xisto, delegado há 30 anos em Rondônia. Ele foi convidado  para comandar o novo órgão, mas disse que só aceitaria desde que o seu telefone pessoal fosse também o da Ouvidoria. Ele explica que a forma mais eficiente para uma Ouvidoria de Polícia é esta, uma vez que as pessoas vão ter necessidade de recorrer ao serviço nos horários mais improváveis. Ele contou que já foi acordado na madrugada quando um cidadão reclamou por ter sido desrespeitado e preso por um policial, quando na verdade era a vítima  em um acidente envolvendo veículos.

Fonte:rondonia.ro.gov.br