A SAMF/RO, atendendo determinação do Tribunal de Contas da União – TCU, havia retirado o percentual incorporado a titulo de Plano Bresser do contracheques dos servidores beneficiados por ação do Sindsef, prejudicando aproximadamente mil e duzentas pessoas, que ficaram sem receber nos meses de agosto a outubro/2013.

Em ação movida pelo Sindsef, através do escritório de advocacia Fonseca& Assis Advogados Associados, sob a responsabilidade da advogada Karoline Monteiro, o juiz da terceira vara do trabalho em Porto Velho, Afrânio Viana, em audiência realizada no dia 18 de novembro último confirmou decisão de antecipação de tutela que já havia concedido, determinando o imediato retorno dos percentuais referentes ao Plano Bresser ao contracheque dos servidores, além dos valores retroativos referentes aos meses de agosto, setembro e outubro.

Fonte:wwwrondoniaagora