insalubridade1Nessa semana visitamos diversas Delegacias no interior do Estado e uma das reclamações comuns é a falta de pagamento da insalubridade as turmas de 2010 adiante.

O Estado não tem pago sequer o valor pequeno de pouco mais de R$ 160,00 e, desse modo, vemos os colegas desprovidos desse direito.

O que se constrói é um verdadeiro contrasenso, pois os colegas que exercem a mesma atividade na Delegacia ou setor recebem o benefício.

Nossa Proposta

Como um dos primeiros atos no Sinsepol, caso sejamos eleitos, é formalizar um requerimento único na Sead para os servidores que não estejam recebendo o mínimo, reunindo todos os pedidos em um único processo responsabilizado pelo Sinsepol. Marcar uma audiência com o Secretário de Administração para verificar quais as dificuldades e estabelecer o prazo para o cumprimento do direito. Em caso de demora na resposta do processo unificado em nome do Sinsepol impetrar mandado de segurança para obediência do artigo 143 do Estatuto do Servidor, que estabelece o prazo de 30 dias, prorrogáveis por mais 30, para findar os requerimentos administrativos.

Vamos agir, vamos fazer acontecer!

Meus amigos, um grande abraço a todos! E Avante!