pc greve peApós quarenta dias em greve hoje o movimento se findou.

Foram apresentados pelos Presidentes dos Sindicatos a proposta do Governo, em que garante o aumento do número de vagas, de forma extraordinária, em 50% para o mês de agosto e outra metade em outubro, diante disso foi disposto o fim da greve.

O Governo condicionou ainda o pagamento da promoção a gestão de pessoal, já que segundo a lei de responsabilidade fiscal, em seu artigo 19, II,  permite o gasto com pessoal em até 60%.

A proposta de lei ainda ressalva que a promoção será extraordinária, ou seja, valerá apenas para este ano, não sendo válida para posteriores promoções. Continuamos com grandes restrição, haja vista a grande quantidade efetivo para o pequeno número de vagas. A pomessa da retirada  da condicionante de vagas ainda continua distante.

Quanto ao Plano de Carreira, ficou por mais uma vez apenas na promessa. Foram alargados mais 4 meses, lembrando que essa promessa já completa mais de ano.

Quanto ao precatório não se há notícia de pagamento, apenas uma projeção de luta com a nova lei aprovada a partir do movimento iniciado pelo Sintero.

Vejam no novo texto da lei de promoções:

A adequação às classes e categorias implementadas no Anexo Único desta Lei far-se-á, extraordinariamente, no exercício de 2013, nos meses de agosto e outubro, respectivamente, nos percentuais de 50% em cada mês promocional, concluindo no exercício a totalidade dos servidores aptos à promoção, observando-se, para tanto, o interstício temporal, e os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, com despesa de pessoa.