Durante reunião com o secretário de Estado da Saúde, Gilvan Ramos, e com o diretor do Hospital de Base, Jean Negreiros, a direção do Sindsaúde recebeu a notícia de que está mantido o prazo para envio do Projeto de Revisão do Plano de Carreiras do servidor da saúde de Rondônia.

Segundo o presidente Caio Marin, o Governo do Estado deve enviar até o dia 30 de outubro o projeto para votação na Assembleia Legislativa. Ontem, o assessor jurídico do Sindsaúde, Pedro Wanderley debateu com a Sesau alguns pontos da Minuta do Projeto do PCCR.

Uma das alterações feitas foi a data das próximas revisões que passarão a ser de dois em dois anos, ao invés de três em três; o enquadramento passará a ser por escolaridade, ao invés de curso; servidores administrativos terão enquadramento por classe e não por área fins da saúde.

Na próxima semana, começa a elaboração das tabelas de vencimento salarial. Nessas tabelas serão analisadas as perdas salariais e, dependendo da categoria, as perdas salariais de 2009 a 2012 sofrerão correção de 6% a 25%.
Participaram da reunião, o assessor técnico Josenilson Faustino, o advogado Pedro Wanderley, o presidente do Sindsaúde, Caio Marin e o diretor de Patrimônio Golbery Paixão.

Fonte: tudorondonia