Agentes, escrivães e papiloscopistas continuam em greve em todo o Brasil. Representantes da Federação Nacional dos Policiais Federais e dos 27 sindicatos decidiram, na tarde de hoje, durante videoconferência,  pela manutenção do movimento em nível nacional. Na próxima quinta-feira, 30, está marcada uma Assembleia Geral Extraordinária em Brasília com representações de todo o Brasil. Policiais e governo negociam há mais de 900 dias a reestruturação da carreira e a reestruturação salarial.

 Conforme o presidente da Fenapef, Marcos Wink, a categoria busca o reconhecimento de suas atribuições por meio da reestruturação da carreira e a reestruturação da tabela salarial. “O governo conhece nossas reivindicações, sabe que não estamos lutando por índice de recomposição de perdas salariais, mas sim para sermos reconhecidos como carreiRa típica de estado de nível superior”.

Fonte: Agência Fenapef