O Conselho de Representantes da Federação Nacional dos Policiais Federais aprovou na manhã desta quarta-feira, 1, o indicativo de GREVE GERAL DOS POLICIAIS FEDERAIS. Os estados irão definir as ações que serão realizadas a partir da semana que vem. Os policiais devem realizar operações padrão nas fronteiras, aeroportos e portos. Os federais pedem a saída do atual diretor geral da PF, a reestruturação salarial e da carreira.

Depois de negociarem por quase três anos com o ministério do Planejamento, os policiais aguardavam uma proposta oficial do governo até 31 de julho. O governo, no entanto, não encaminou nenhuma proposta ao Conselho de Representantes e tão pouco agendou uma nova reunião.

O governo tem até o dia 31 de agosto para encaminhar emendas à LDO visando reestruturação salarial dos policiais.

Fonte: fenapef