Hoje conforme o previsto houve Assembléia Extraordinária pelos Sindicatos. Na reunião foram discutidos todos os pontos os quais a categoria vem sofrendo, principalmente, a redução de benefícios.

Foi colocado ainda o desprestígio da categoria perante o Governo, ainda mais, quando pequenos benefícios sequer foram implantados ainda pelo Estado: a saber a promoção sem vagas e o auxílio alimentação.

As vozes foram únicas para o movimento grevista, que deverá ser iniciado de fato na próxima quinta-feira.

Aos amigos e companheiros cabe a força de luta e a união para que se possa conquistar benefícios e principalmente não se perder o que já se conquistou.