A idosa de 87 anos que matou um ladrão após ele invadir seu apartamento na tarde de sábado (9), no Rio Grande do Sul, será indiciada por homicídio doloso (com intenção de matar). O delegado Joigler Paduano, que investiga o caso, informou que caberá ao promotor e ao juiz do caso avaliar a alegação de legítima defesa. Eles também irão decidir se ela será julgada ou não.

A aposentada Odete Pra matou o assaltante que invadiu sua casa em Caxias do Sul. Baleado no peito, ele morreu ainda no local. Familiares da idosa chamaram ambulância e a polícia logo depois do caso. A filha da aposentada definiu a ação da mãe como um “ato de desespero”.

O suspeito assassinado ainda não foi identificado, mas o delegado acredita que ele tenha antecedentes criminais. “Se for a pessoa que a gente imagina, o cara tem duas folhas de antecedentes, é de extrema periculosidade. Ela fez o certo”, disse à Folha Online.

Odete também deve indiciada por porte ilegal de arma. De acordo com a família dela, o revólver calibre 32 usado para matar o suspeito estava guardado e carregado há 35 anos.

A filha da aposentada relatou que o homem conseguiu entrar no apartamento depois de subir no telhado de uma escola que fica ao lado do prédio. A idosa mora no segundo andar – os familiares estavam em uma chácara na zona rural da cidade quando ela ligou contando o ocorrido.

Fonte: globo.com