Essa é informação dos amigos que trabalham na folha: de que a insalubridade da Polícia Técnica foi reduzida a R$ 248,00; conforme a última decisão proferida nos autos do agravo interno interposto pelos Sindicatos.

Apesar do advogado do Sindicato ter entrado com embargos de declaração, a fim de reverter a última decisão; parece que a decisão chegou mais rápido do que algum benefício, que em regra demora anos para ser implantado.

Hoje já estive nos órgãos da Polícia Técnica mobilizando os companheiros para que possamos realizar algum movimento para impedir essa retirada.

Em discussão com os companheiros vislumbramos duas saídas: a primeira seria exigir da Sead que aguardasse o julgamento de mérito da ação rescisória, sob pena de um movimento grevista. A outra seria exigir uma imediata remissão de lei para Assembléia, a fim de que fosse aprovada lei que reconhecesse o direito do adicional de insalubridade sobre o vencimento.

Defendo a segunda iniciativa, de que seja enviado pelo Governador do Estado o envio de um projeto de lei para que a insalubridade seja paga sobre o vencimento; por consequência a ação rescisória perderia parcialmente seu objeto; pois só restaria de se discutir na ação rescisória a questão da procedência para o pagamento dos retroativos.

Já informamos as principais lideranças e esperamos que o Sindicato amanhã já tome providências para que o pior seja evitado, ou seja, seja

Aos amigos, fica o grande abraço!