O governador Confúcio Moura (PMDB) pediu um prazo maior à direção dos Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintero) com o compromisso de analisar a proposta de realinhamento e reajuste salarial dos técnicos administrativos e professores. Uma nova reunião de negociação foi marcada para a próxima segunda-feira com a comissão de greve.
“Devido a essa alteração, as assembleias em que a categoria iria deliberar se aceita ou não a proposta do governo, que estava marcada para esta sexta-feira à tarde, fica adiada para terça-feira”, informou a diretoria do Sintero. “Enquanto isso a greve continua firme e forte com manifestações nesta sexta-feira em Porto Velho, na praça do Palácio, e nas regionais”.Segundo o Sintero, o governo se compromete a promover o reenquadramento de técnicos administrativos e professores com uma alteração emergencial no Plano de Carreira, de realinhamento geral de 6,5% e de reajuste de 30% nas gratificações. Esse prazo solicitado pelo governo servirá para realizar os cálculos de impacto na folha de pagamento.

Fonte: tudorondonia.com